Fale conosco via WhatsApp

Quinta, 26 de novembro de 2020
informe o texto
Menu

Easy Campo Grande 107,1 fm No Ar: Morena FM na Madrugada

Notícias

‘O maior ativo ambiental do Pantanal é o homem pantaneiro’ diz presidente da ABPO sobre atividade pecuária na região afetada por incêndios

‘O maior ativo ambiental do Pantanal é o homem pantaneiro’ diz presidente da ABPO sobre atividade pecuária na região afetada por incêndios

‘O maior ativo ambiental do Pantanal é o homem pantaneiro’ diz presidente da ABPO sobre atividade pecuária na região afetada por incêndios

21/09/2020 - 10:42

Em entrevista ao Primeira Página, o presidente da Associação Brasileira de Pecuária Orgânica (ABPO), falou sobre práticas de formação de pastagens no Pantanal.

O Primeira Página tem acompanhado e informado o desdobramento da operação Matáá, que investiga 4 produtores rurais suspeitos de provocar incêndios na região do Pantanal, em Mato Grosso do Sul.

Além das perdas, pecuaristas pantaneiros, acostumados tanto a seca quanto a enchente do pantanal, também sofrem com os incêndios e se unem à comunidade no combate aos focos.




Em entrevista para a Morena FM, o presidente da Associação Brasileira de Pecuária Orgânica (ABPO), Leonardo Leite de Barros, explicou que "colocar fogo" para abrir pastagem no pantanal, é uma prática antiga que há muito foi abolida.

“Esta prática de formação de pastagem, na verdade, ela ainda existe em áreas de mata, e é feito onde é preciso derrubar a mata para fazer a pastagem. Infelizmente alguns ainda usam a prática, mas aqui no Pantanal, eu desconheço, isso não ocorre no nosso bioma”.

Leonardo diz ainda que, a comunidade faz o combate de focos de incêndio, e os rebanhos ajudam evitar queimadas ao consumirem a vegetação.

“Esse ano infelizmente a seca foi muito severa, ocasionando uma série de problemas. É importante destacarmos que quem realmente controla o fogo no Pantanal são os bovinos, que, ao não consumirem a vegetação seca, ocasiona chances de incêndios. A comunidade pantaneira é muito unida, qualquer foco recebe atenção da comunidade para o combate, fazendo barreiras de aceiros”.

Ouça a entrevista completa com 
 Leonardo Leite de Barros:

http://www.morenafm.com.br/uploads/sonoraleonardoleite(1).mp3


Ações federais de combate aos incêndios no Pantanal

A comissão do senado, criada para acompanhar as ações de enfrentamento aos incêndios no Pantanal, fez uma visita ao local no fim de semana. Durante essa visita, aconteceu uma reunião com representantes de vários segmentos na prefeitura de Poconé (MT), com participação remota dos três senadores de Mato Grosso do Sul e de outros integrantes do grupo de trabalho.

Os senadores da comissão defenderam a construção de uma legislação específica para a região, o Estatuto do Pantanal, com ações de sustentabilidade que garantam a proteção da fauna, da flora e do homem pantaneiro. Além disso, decidiram convidar, de imediato o vice-presidente da república, Hamilton Mourão, e três ministros para discutir o problema.

A comissão do senado deve visitar Corumbá no próximo final de semana. Na Câmara Federal, deputados querem colocar em votação uma pauta ambientalista com pelo menos seis projetos.

A estratégia é fortalecer a imagem do Brasil em relação ao meio ambiente, principalmente, no exterior. As pautas buscam um consenso entre a ala ambientalista e a ala do agronegócio na câmara. Entre os projetos, está um que quer colocar o país em estado de emergência climática.

O texto quer proibir o governo de, durante a situação de emergência, tirar recursos orçamentários voltados à proteção ambiental. Há outros textos que pretendem aumentar punições contra o desmatamento.

Fonte: Morena FM

Morena FM 107.1 - Rua Santana, 170 - Jardim Tv Morena, Campo Grande - MS,
CEP 79051-200. Tel.: 67 3348-2014
Home
Sitevip Internet